Head Office +55 11 5908 4050
Head Office +55 11 5908 4050 | ÁREA RESTRITA

MAC Logistic faz projeto de transporte do 1.º VLT da américa latina

MAC Logistic faz projeto de transporte do 1.º VLT da américa latina
05/11/2013

A MAC Logistic International Group foi escolhida para a realização do projeto logístico do transporte de 40 composições do VLT (Veículo Leve sobre Trilho) de Cuiabá. Principal obra de mobilidade urbana para a Copa de 2014 em Cuiabá, o VLT, o primeiro da América Latina, ligará o centro da cidade ao aeroporto.

O consórcio responsável pela obra, o VLT Cuiabá, adquiriu as composições da empresa espanhola CAF, que contratou a MAC Logistic para o desenho do projeto logístico e realização do transporte da fábrica em Bilbao até o pátio de operações em Cuiabá (door to door). A escolha da MAC Logistic foi realizada através de uma concorrência que reuniu 22 operadores logísticos nacionais e internacionais.

Segundo o CEO da MAC Logistic, Everaldo Barros, “nos destacamos da concorrência por apresentar um projeto de logística integrado consistente e com uma solução inovadora para o desembarque e transposição dos VLTs”.

O transporte dos VLTs (compostos por três vagões cada) apresenta dois desafios principais: severas restrições de içamento e maior fragilidade das composições (feitas de ligas leves de alumínio). A solução encontrada pela MAC para atender a essas especificações foi desenvolver um sistema de plataformas com trilhos que se comunicam umas as outras sem necessidade de içamento.

Foram adaptadas com trilhos duas plataformas – Mafis de 50”, espécie de container com cinquenta pés, e rampas rebaixadas de caminhões – e construída uma mesa de transferência (também com trilhos). Para o desembarque final em Cuiabá, foi desenvolvida uma rampa de descarga com 45 m de comprimento com trilhos pesando 20 toneladas. “Esta última parte foi especialmente desafiadora, pois os VLTs não devem passar aclives muito grandes, exigindo que o ângulo utilizado na construção da rampa fosse bastante estudada. Por isso, a descida precisou ser bastante suave”, disse Everaldo.

Os modais usados no projeto foram o rodoviário e o marítimo “Serão 1800 km, percorridos em cerca de cinco dias e a velocidade é limitada a 40 km/h para garantir a integridade da carga”, disse Everaldo Barros.

O veículo é formado por três módulos (vagões) e foi dividido em três partes para o translado, sendo transportado por carretas que saíram do Porto de Santos (SP), no dia 24 de outubro. As carretas têm cerca de 100 metros de comprimento, e viajam apenas durante o dia com monitoramento via satélite 24 horas, durante todo o trajeto

O primeiro carro do Veículo Leve sobre Trilhos cuiabano chega à Capital na quarta-feira (6).