Head Office +55 11 5908 4050
Head Office +55 11 5908 4050 | ÁREA RESTRITA

Logística aplicada no e-commerce

Logística aplicada no e-commerce
25/08/2014

A logística no e-commerce conta com vários desafios específicos de áreas em que tempo e custo precisam estar sempre em um patamar acessível e equivalente. O portal Profissional de E-commerce, pensando nisso, respondeu seis dúvidas cruciais para o bom funcionamento desse universo.

Em primeiro lugar, a chave para o sucesso está na organização do processo como um todo, do momento do clique que compra até a mercadoria chegar às mãos que clicaram. É preciso definir todas as etapas desse processo e ter um rascunho pronto para qualquer momento.

O segundo ponto importante é o operador logístico do e-commerce em questão. É preciso haver integração total entre as etapas, então a escolha do operador logístico precisa refletir as necessidades pontuais aparentes e não ser apenas um case que deu certo em outro lugar.

O próximo passo fala sobre como será efetuada a entrega do produto. Dependendo do tipo de mercadoria, nem sempre é uma boa contar com os Correios. Para cargas de grande porte, uma transportadora é uma opção muito melhor.

Mas e a equipe? É a quarta questão: sempre há imprevistos em qualquer rotina de trabalho, por isso é vital que o e-commerce possa contar com um back-office bem preparado e um excelente atendimento ao cliente, para aperfeiçoar cada vez mais o processo. É importante também que os profissionais sejam capacitados para suas funções ou que, caso não o sejam, haja investimento em capacitação, especialmente se o e-commerce conta com um grande estoque.

Por fim, as duas últimas questões se entrelaçam: como gerenciar todo esse processo logístico? Vale a pena terceirizá-lo?

Estabelecer metas para a loja e para a equipe ajudam a manter o ritmo das entregas, mas quanto à terceirização, só colocando os gastos na ponta do lápis pata ter certeza se seria um benefício. Enquanto com certeza facilita a transição pelas etapas da entrega – se bem alinhado com a equipe do e-commerce -, também pode acabar saindo muito caro e fora de mão.

Leia a matéria completa em http://bit.ly/1l9cG5t.