Head Office +55 11 5908 4050
Head Office +55 11 5908 4050 | ÁREA RESTRITA

DatamarWeek relaciona os tópicos para o setor nesta semana

DatamarWeek relaciona os tópicos para o setor nesta semana
06/07/2016

Comércio Exterior

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,97 bilhões em junho deste ano, valor que representa queda de 12,3% em relação ao mesmo mês de 2015, que fechou com US$4,52 bilhões. O resultado de junho é oriundo da diferença entre US$16,74 bilhões em exportações e US$12,77 bilhões em importações. No ano, o saldo comercial é positivo até o momento, somando US$23,63 bilhões no primeiro semestre e registrando recorde histórico para o período.

Navios, portos, terminais & infraestrutura relacionada

Os estivadores que atuam no Porto de Santos entraram em greve na última sexta-feira (01 de julho) pela manhã e permaneceram assim até o fim de sábado (02 de julho). A ação afetou exclusivamente as atracações de navios programadas para o cais público do porto, que deixaram de acontecer por dois dias. Os terminais privados operaram normalmente durante o período.

A Codesp recebeu na última quarta-feira (29) um valor de R$14,3 milhões, repassados pelo Governo Federal, referentes ao pagamento de faturas das obras de alinhamento do Cais de Outerinhos. Isso porque a Codesp havia pago contas do Governo com obras no porto no valor de R$83,9 milhões. Com esse novo repasse, ainda restam R$29,6 milhões a serem quitados.

A Codesp aprovou a abertura de licitação para contratar uma empresa que será responsável pela dragagem do Porto de Santos por um ano. A contratação será feita através de pregão eletrônico com ofertas anônimas e a empresa que ofertar o maior lance, será primeiramente avaliada pelo órgão e depois divulgada. Estima-se que o investimento necessário para manutenção das profundidades gire em torno de R$116 milhões.

Embarcadores e cargas

As exportações brasileiras do complexo soja somaram 9,48 milhões de toneladas e US$3,65 bilhões e, junho, números que representam queda de 18% em volume e 18,4% em receita, em relação ao mesmo mês de 2015. Na comparação com o mês anterior, as vendas externas diminuíram 21,1% em volume e 16,7% em receita. O fato se deve pela disparada do preço interno do grão, o que reduziu o interesse pela exportação da carga.

A receita das exportações brasileiras para a Alemanha recuou 17% nos cinco primeiros meses do ano, para US$1,41 bilhão. No mesmo período de 2015, as vendas foram de US$1,964 bilhão. As mercadorias que mais afetaram os negócios foram o minério de ferro e o café, enquanto as vendas do primeiro caíram 74%, de 2,460 bilhões de toneladas no ano passado, para 640 milhões de toneladas no começo deste ano, as vendas do segundo diminuíram 31% na mesma comparação.

O Conselho de Supervisão da Hapag-Lloyd e os grupos de acionistas da UASC já acenaram de forma positiva para a proposta de fusão entre as duas empresas, restando agora apenas aprovação regulamentar para concretizar a operação. Em termos de Supernavios, com capacidade acima de 10.000 TEUs, a UASC possui 25 atualmente, sendo oito deles com capacidade de 13.100 TEUs, onze de 15.000 TEUs com mais dois a serem entregues, e ainda mais seis com capacidade de 19.900 TEUs (maior capacidade do mundo atualmente). Já a Hapag-Lloyd conta atualmente com 15 desses modelos, sendo cinco deles com capacidade de 10.500 TEUs e outros dez de 13.200 TEUs. Após a fusão, a empresa resultante será a quinta maior do mundo em capacidade de carga, com 1,470,000 TEU.

De acordo com a Abimaq, as importações brasileiras de máquinas e equipamentos registraram queda de 30,4% no acumulado dos cinco primeiros meses, em uma comparação com o mesmo período do ano anterior. Em maio, a queda foi de apenas 0,8% em relação a abril e chegou US$1,19 bilhão. Na comparação com maio de 2015, a queda foi de 25%.

A BMW iniciou sua operação de exportação de veículos pelo Porto de Paranaguá na última quarta-feira (29 de Junho). Uma primeira remessa com 200 veículos é a primeira de um total de dez mil unidades que serão enviadas para os Estados Unidos até o começo de 2017. A primeira operação foi realizada pelo navio Isolde, que atracou no berço 218 do cais paranaense.

As empresas Intertek e TUV Rheinland ganharam creditação pelo Inmetro e agora são opções para certificação de produtos brasileiros destinados ao mercado dos Estados Unidos.

Estima-se que haverá diminuição de prazo de 12 meses para aproximadamente 90 dias, além de economias de quase 70% em comparação aos preços praticados pelas unidades certificadoras norte-americanas.

Desde o dia 01 de Julho deste ano, entrou em vigor a obrigatoriedade de pesagem de contêineres prévia ao embarque no navio. A exigência partiu da Organização Marítimo Internacional (IMO), órgão vinculado à ONU, e visa causar acidentes em embarcações causados por informações equivocadas a respeito da massa real transportada e vale apenas para contêineres cheios relacionados a operações de exportação ou cabotagem.

Fonte: Guia Marítimo